sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Sustentabilidade só no discurso


De acordo com a pesquisa Sustentabilidade: Aqui e Agora, realizada pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com o Instituto Synovate e o Wal-Mart Brasil e divulgada em novembro, a maior parte dos brasileiros acredita que o meio ambiente tem prioridade sobre o crescimento econômico e que só com grandes mudanças de atitude e de consumo é possível conservar os recursos naturais.

Mas a pesquisa também mostra que, apesar do discurso consciente, poucas pessoas efetivamente adotam atitudes sustentáveis no dia a dia. Seria bom que todos tivessem noção de que grandes mudanças coletivas começam com pequenas mudanças individuais. Tomara que em 2011 mais gente se disponha a passar das palavras à ação, mudando seus hábitos e sua visão do consumo, para que possamos construir de fato um mundo melhor.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Mensagens de Boas Festas sustentáveis


Já falei em um post anterior sobre as vantagens de enviar SMS em vez de realizar chamadas por celular - o impacto ambiental é 30 vezes menor.

Então, vale a pena mandar SMS aos parentes e amigos em vez de ligar para desejar Boas Festas na véspera do Natal e do Ano Novo. A boa notícia é que dá para fazer isso de graça e ainda ajudar pessoas carentes. A Human Mobile está dando de graça para os interessados que se cadastrarem em seu site um pacote de 10 mensagens SMS de Natal e Ano Novo. E a cada 100 SMS enviados, a empresa vai doar 1 brinquedo ou 1 quilo de alimento não perecível para instituições beneficentes. A campanha, chamada Envie Felicidade Neste Natal, pretende atingir a meta de 500 mil SMS.

Não é possível personalizar as mensagens, mas há diferentes opções para todos os gostos. A campanha vai até o dia 31 de dezembro de 2010.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Natal com os Doutores da Alegria


A ONG Doutores da Alegria lançou uma ação criativa e simpática para divulgar sua causa: fez uma parceria com a AlphaGraphics para possibilitar aos internautas interessados enviar cartões de Natal personalizados a amigos e parentes. Basta entrar no hot site do projeto, chamado de 2011 com Alegria, personalizar um dos modelos de cartão disponíveis e colocar o endereço. A AlphaGraphics imprime os cartões e os envia pelo correio, sem qualquer custo. Quem visita o hot site também pode aproveitar para conhecer o trabalho dos Doutores da Alegria e fazer doações para as ações do grupo.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Brindes verdes


No final do ano, é praxe que as empresas distribuam brindes a seus clientes e colaboradores. Só que, muitas vezes, são ietns absolutamnete inúteis e descartáveis.
Uma boa ideia para ser sustentável sem deixar de distribuir os brindes é optar por produtos "verdes".

Muitas empresas comercializam itens feitos de materiais reciclados, papel semente ou que dispensam o uso de pilhas e baterias, usando água ou luz como fonte de energia. Entre elas estão a Brindes Verdes, a Ecobrindes, a SP Ecologia e a Papel com Sementes.

Vale a pena pesquisar e distribuir presentes que contribuam para conscientizar as pessoas da importância da preservação do meio ambiente.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Tudo sobre a biodiversidade brasileira


Foi lançado na última quarta o portal BHL ScieLO, que oferece a pesquisadores e ao público em geral acesso livre a um vasto acervo de livros, artigos, mapas e documentos históricos sobre a biodiversidade brasileira. A iniciativa é do programa SciELO, biblioteca eletrônica virtual de revistas científicas mantida pela Fapesp em convênio com o Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme). Hoje, o portal conta com cerca de 110 mil obras digitalizados, mas o acervo deve continuar crescendo. No site também há link direto com uma rede de bibliotecas e instituições que se dedicam ao tema da biodiversidade em todo o Brasil.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Infância - e vida - sem racismo


Oportuna a campanha que o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) acaba de lançar: Por uma infância sem racismo. Infelizmente, esse é um problema que continua a afetar o país, facilmente identificável nas estatísticas relativas à desigualdade entre negros, indígenas e brancos. E é melhor começar a tentar mudar o quadro desde cedo, quando os preconceitos estão menos enraizados.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Combate à violência contra a mulher

id="fm_banner_unifem_250x250_1368028890" class="flashmovie" height="250" width="250">

name="fm_banner_unifem_250x250_1368028890" height="250" width="250">name="wmode" value="transparent">
href="http://adobe.com/go/getflashplayer">src="http://www.adobe.com/images/shared/download_buttons/get_flash_player.gif" alt="Get
Adobe Flash player">



Apesar de estarmos avançando em várias áreas, outras continuam ainda padecendo dos mesmos males há séculos, como o tratamento dado às mulheres. Ainda são grandes os números relacionados à violência praticada contra a mulher.

Para contribuir com uma mudança nesse quadro, o Instituto Avon lançou no último dia 25/11, Dia Internacional de Luta pela Não Violência Contra a Mulher, o portal Violência Contra Mulheres – Quebre o Ciclo, para divulgar a Lei Maria da Penha. A iniciativa conta com a parceria do Unifem (Fundo das Nações Unidas para a Mulher) e outras organizações.

O portal apresenta muitas informações sobre o tema, com textos, vídeos e áudios - tudo muito bem explicado e fundamentado. Fundamental para os profisisonais do Direito e especialistas que lidam com o tema, para quem sofre desse problema e para quem quer denunciar algum caso - lembrando que nenhum tipo de violência é aceitável, não apenas a física. E que sociedade sustentável não comporta esse tipo de atitude.