sexta-feira, 31 de julho de 2009

Ainda sobre comer com responsabilidade


Como a pecuária é uma das grandes responsáveis pelo desmatamento da Amazônia, de acordo com o Greenpeace, a ONG Amigos da Terra e até o Ministério Público Federal, a Associação Brasileira dos Supermercados (Abras) decidiu lançar o Programa de Certificação de Produção Responsável na Cadeia Bovina. A idéia é rastrear a origem da carne bovina vendida nos supermercados brasileiros e certificar os frigoríficos que não contribuam para a transformação da floresta em pasto e atendam a legislção trabalhista.

Três das maiores redes de supermercado - Wal-Mart, Carrefour e Pão de Açúcar - e três frigoríficos - Bertin, JBS e Marfrig - já aderiram. De acordo com o programa, os varejistas só podem comprar carne de frigoríficos certificados.

O consumidor, por seu lado, pode participar comprando apenas carne certificada. Dessa forma, mesmo não aderindo a uma dieta vegetariana, ajuda a reduzir o impacto de seus hábitos de consumo no planeta.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O planeta é o que você come


Muito já se falou dos impactos ambientais causados pela produção de carne para consumo humano. É, aliás, dessa questão que trata a campanha Meet Free Monday, liderada por Paul McCartney, da qual já falei antes aqui no blog (veja o post).

Mas quem acha que comer peixe é uma opção precisa ficar bem atento. Algumas espécies de atum, por exemplo, correm risco de extinção por conta da pesca predatória e sem controle. Segundo um estudo da ONG WWF, o atum azul pode desaparecer em três anos caso não haja um controle da pesca no oceano Atlântico (para saber mais, leia a matéria publicada pela agência Reuters aqui).

O salmão consumido no Brasil também tem problemas. As empresas produtoras do Chile, país de onde vem o peixe que faz a alegria dos apreciadores de um bom sashimi, estão sendo acusadas de práticas trabalhistas desleais, entre outras questões, como mostra o Blog do Sakamoto.

Cada vez mais é necessário conhecer a origem dos produtos que consumimos. Só assim poderemos contribuir para mudar situações como essa. Fique de olho!

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Emprego na área de sustentabilidade


Você tem interesse em ir além das suas ações cotidianas e fazer da sustentabilidade seu trabalho? Então comece a ficar de olho nas oportunidades oferecidas por várias empresas nessa área.

A Natura, por exemplo, está com uma vaga aberta para coordenador de sustentabilidade. O escolhido será responsável pela estratégia de gestão do conhecimento, educação e relacionamento com organizações externas da empresa, além de implementar e coordenar os processos de gestão da sustentabilidade, com o objetivo de capacitar a organização para a transformação dos desafios socioambientais em oportunidades de negócio.

O local de trabalho é na sede da empresa em Cajamar, São Paulo. Para ter mais informações e realizar a inscrição, basta clicar aqui.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Padarias e reciclagem de óleo de cozinha


O óleo de cozinha usado, se for descartado na pia, no ralo, no lixo comum ou até no vaso sanitário, contamina a água, além de impermeabilizar o solo, dificultando o crescimento de plantas e favorecendo a ocorrência de enchentes. Para se ter uma idéia, segundo a SABESP, um litro de óleo de cozinha é capaz de poluir 25 mil litros de água. Por isso, é importante separar o óleo em garrafas (aproveite para usar as PETs que você tem em casa) e levar para postos de reciclagem, para que ele seja aproveitado na produção de sabão.

Várias ONGs e instituições de todo o país recebem óleo para reciclagem. E a causa acaba de ganhar mais aliados na cidade de São Paulo: as padarias. O Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria de São Paulo (Sindipan) está fazendo uma campanha para que as padarias recebam o óleo de cozinha de seus clientes. Hoje 62 estabelecimentos já fazem parte da rede de coleta.

Para saber se alguma padaria perto de você recolhe o óleo, clique aqui. Se não encontrar, aproveite e faça uma pressão para que as padarias do seu bairro entrem na campanha.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Calculadora de CO2


Quem tem interesse em saber quanto emite de gases causadores do efeito estufa já tem uma ferramenta à disposição. A ONG Iniciativa Verde disponibiliza em seu site uma calculadora que, de acordo com o seu consumo de energia de diferentes fontes, consegue determinar qual é a sua emissão anual de CO2 e diz a quantidade de árvores que você deve plantar para compensar suas emissões.

No site é possível encontrar ainda uma lista de espécies de árvores para fazer essa compensação, por serem indicadas para o cultivo em áreas originalmente ocupadas pela Mata Atlântica, e outras informações úteis, como dicas para reduzir suas emissões e dados sobre o efeito estufa e as alterações climáticas.

É muito esclarecedor. Vale a visita.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Contagem regressiva da Terra


Fala-se muito sobre a destruição que afeta nosso planeta, mas é difícil visualizar como isso acontece na prática. Para poupar o trabalho de lidar com milhões de estatísticas, o site Poodwaddle desenvolveu uma série de cronômetros temáticos que mostram a velocidade com que alguns eventos acontecem em todo o mundo, como o crescimento da população mundial, o número de nascimentos e mortes, entre outros.

Um dos mais populares é justamente o Earth Clock, que apresenta dados ambientais importantes, como o ritmo de desmatamento, o consumo de combustíveis fósseis, a produção de lixo por ano e vários outros. E é possível visualizar as informações por ano, mês, semana, dia e até no momento da consulta.

A contagem é assustadora, mas serve de alerta para os que ainda não levam a sério o fato de que nosso modelo atual de civilização precisa mudar.