sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Camisa ecológica para a seleção brasileira


A reciclagem chegou ao futebol, ainda bem! A nova camisa da seleção brasileira, que será usada na Copa do Mundo deste ano, é feita de tecido Dri-Fit produzido com garrafas de plástico PET, material 100% reciclável. Para fazer cada camisa, são utilizadas oito garrafas plásticas - então, só para um jogo de camisas para os titulares, 88 garrafas são recicladas. E a camisa traz uma vantagem extra para os jogadores: ela é 15% mais leve do que a usada na Copa do Mundo de 2006. Para conferir o novo modelo em ação, é só ficar de olho no jogo amistoso do Brasil contra a Irlanda, na semana que vem.

Como a Nike vai utilizar o mesmo material para confeccionar as camisas de pelo menos mais oito seleções de futebol - que também vão estar disponíveis para os consumidores nas lojas, assim como as do Brasil -, a previsão é que 13 milhões de garrafas PET sejam recicladas com essa ação. Uma boa prova de que a inovação é a saída para preservar o planeta.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Postos de coleta de lixo eletrônico em São Paulo


Não sabe onde você pode descartar seu lixo eletrônico? Se você mora em São Paulo, dê uma olhada no site E-lixo Maps. Trata-se de uma ferramenta de busca de endereços que localiza postos de coleta de pilhas, baterias, lâmpadas, celulares e diferentes equipamentos eletrônicos. Para encontrar o posto mais próximo de sua casa, é só digitar o CEP e escolher o tipo de material que você quer jogar fora.

O site, que tem como base o Google Maps, foi desenvolvido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente em parceria com o Instituto Sérgio Motta. Os usuários também podem cadastrar novos postos de coleta, ampliando as possibilidades de escolha dos interessados.

Excelente serviço, que deveria ser implantado em todas as cidades do país. Tomara que isso aconteça em breve.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Abaixo-assinado para preservar área em Bertioga (SP)


A WWF-Brasil lançou ontem uma campanha na internet para a criação de uma área protegida com 8.025 hectares, em Bertioga (SP), na região onde está o trecho mais conservado de Mata Atlântica do litoral paulista. A área objeto da campanha abriga uma rica diversidade de ambientes – dunas, praias, rios, florestas, mangues e restingas – e animais ameaçados de extinção.

A organização pretende obter o maior número de assinaturas possível em apoio à criação da unidade de conservação. O abaixo-assinado será entregue ao governador do Estado de São Paulo, José Serra, e ao secretário estadual de Meio Ambiente, Xico Graziano.

Para contribuir, é muito simples. Basta entrar na página da campanha e preencher um formulário com seus dados. A Mata Atlântica agradece.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Hora do Planeta: no dia 27/03, apague suas luzes


Às 20h30m do próximo dia 27 de março, um sábado, espera-se que milhões de pessoas em todo o mundo desliguem as luzes durante uma hora como protesto pelo aquecimento global. A mobilização, chamada de Hora do Planeta, é organizada pela WWF desde 2007. Mais de 70 países de todo o mundo - incluindo o Brasil, que pareticipa pela segunda vez - já aderiram ao movimento. A expectativa da WWF é que cerca de 1 bilhão de pessoas apaguem as luzes na Hora do Planeta.

No site do movimento, você pode ter acesso a mais informações sobre o aquecimento global e suas causas, além de deixar comentários e saber detalhes da mobilização.

A Hora do Planeta começou na cidade de Sidney, na Austrália, e logo se espalhou pelo miundo, envolvendo mais de 4.100 cidades em 88 países. Até conhecidos monumentos mundiais, como as pirâmides do Egito, a Torre Eiffel em Paris, a Acrópole de Atenas e as luzes da cidade de Las Vegas, ficaram apagados durante uma hora.

Se você se preocupa com o futuro da Terra, mostre seu apoio ao movimento e apague suas luzes na noite de 27 de março.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Cocos reciclados para deixar as praias limpas


Em post anterior, falei da quantidade de lixo deixado nas praias pelos banhistas - que pode chegar a 7,5 toneladas em um único dia! E a maior parte desse lixo é formada por cascas de coco verde.

Para tentar minimizar esse problema,a Associação dos Amigos da Praia do Félix, na cidade paulista de Ubatuba, teve uma boa ideia: comprou uma máquina de triturar coco verde. Os restos serão distribuídos aos associados interessados em utilizá-los como adubo orgânico ou forração. Assim, além de diminuir a quantidade de lixo nas praias e reduzir os custos com o transporte do lixo, a máquina, que consegue triturar 30 toneladas de cascas por hora, ainda traz um benefício adicional para os moradores das praias.

Outras associações e prefeituras deveriam adotar a máquina para a reciclagem dos cocos - iniciativa simples e barata - para reduzir a quantidade de lixo nas praias. Sem esquecer de criar espaços em que os consumidores de água de coco possam deixar as cascas e de fazer uma campanha de conscientização para os banhistas a respeito da importância de dar destinação correta aos seus resíduos. Aí o ciclo se completa.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Beleza pode ser sustentável?


A cidade de São Paulo vai receber nos próximos dias 10 e 11 de março o evento chamado Beleza Sustentável. De acordo com os organizadores, 15 especialistas em comportamento humano vão apresentar conceitos e práticas para que as pessoas tenham melhor qualidade de vida e sejam mais sustentáveis - ou seja, alcancem o equilíbrio nas suas dimensões mental, emocional, física, espiritual e financeira.

Entre os palestrantes, estão Nuno Cobra, Gustavo Cerbasi e Monja Coen. Também participarão do evento ONGs e empresas que contribuem para o desenvolvimento sustentável.

A proposta é interessante, já que, para ter um planeta sustentável, é preciso que ele seja habitado por pessoas sustentáveis. Para saber a programação e como se inscrever, visite o site do evento. Só um detalhe: as palestras serão cobradas.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Prêmio para projetos socioambientais


Você participa ou conhece algum projeto comunitário que usa a preservação ambiental para gerar renda? Em 2010, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) vai conceder pela quinta vez o Prêmio Equatorial, que reconhece esse tipo de iniciativa.

As inscrições para o prêmio estão abertas até 28 de fevereiro e não precisam ser feitas pelos responsáveis pelos projetos — qualquer pessoa pode indicar um programa que cumpra os requisitos exigidos pelo Pnud. Os 20 finalistas receberão US$ 5 mil e os cinco vencedores, US$ 20 mil. Serão escolhidos um vencedor para cada região em desenvolvimento no mundo - África (1), Ásia e Pacífico (1) e América Latina e Caribe (1)- e os melhores projetos relacionados ao uso da cultura tradicional de indígenas (1) e à adaptação às mudanças climáticas.

Promovido de dois em dois anos, o Prêmio Equatorial já teve oito projetos brasileiros nas finais e dois entre os vencedores. Seu objetivo é dar visibilidade a projetos comunitários de sucesso e disseminar suas experiências para que elas possam contribuir para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Para conhecer o regulamento do prêmio e fazer a inscrição, clique aqui.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Abaixo o artesanto feito com partes de animais


O Ibama lançou agora em fevereiro uma operação chamada Moda Triste para combater o comércio de partes de animais silvestres. Infelizmente, existe no país todo um mercado de artesanato feito com partes de animais, como penas de aves e esqueletos de estrelas-do-mar e cavalos-marinhos. Para se ter uma ideia da criatividade das pessos que vivem desse tipo de comércio, os fiscais apreenderam um quadro feito de asas de borboletas (foto acima).

Embora tenha havido uma redução na quantidade de material apreendido, esse problema ainda é grande em todo o país. No Carnaval, então, podemos ver milhares de fantasias com penas de aves. Essa é uma boa época para pensar na quantidade de animais mortos para que algumas pessoas possam brilhar nos bailes e avenidas e procurar materiais alternativos para as fantasias. Todo mundo pode cair na folia ou enfeitar a casa com artesanato, mas sem contribuir para a extinção de espécies.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Mais oportunidades de trabalho em sustentabilidade


O Portal do Meio Ambiente está com uma nova lista de vagas, agora para interessados em atuar como analistas de Meio Ambiente, analista de SIG e WMS, analista de Pecuária Sustentável e estagiário em Ecoturismo Costeiro. As oportunidades são para Rio de Janeiro (RJ), Cuiabá (MT) e Alta Floresta (MT).

Para saber detalhes das vagas e como se inscrever, clique aqui.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Bom destino para o material escolar usado


O Grupo Pão de Açúcar está realizando, até o dia 14 de março, sua Campanha de Arrecadação de Livros. Em todas as lojas das redes Pão de Açúcar, Extra, CompreBem, Sendas e CompreBem ABC, há urnas onde os consumidores podem deixar livros usados, que depois serão entregues a instituições voltadas para a educação. Também é possível deixar cadernos usados nas urnas, que serão destinados a reciclagem.

Acho a iniciativa muito boa. Todo final de ano sobra aquela montanha de livros e cadernos usados pelas crianças na escola e os pais ficam sem saber o que fazer, principalmente aqueles com apenas um filho, que não têm para quem passá-los. Doar os livros para quem precisa e reciclar os cadernos é uma boa forma de cuidar do planeta e da comunidade.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Hotéis sustentáveis


Já falamos aqui sobre como viajar de forma sustentável. Mas, para que o ciclo de sustentabilidade seja completo, o ideal é também hospedar-se em hotéis e pousadas que tenham práticas socioambientais responsáveis.

Várias vezes em minhas viagens pelo Brasil e pelo mundo encontrei locais com essa preocupação, mas em geral ficavam em cidades onde a consciência ambiental era mais disseminada. Em Florianópolis, por exemplo, há alguns anos fiquei numa pousada que não trocava as toalhas e lençóis todos os dias para economizar água e energia - e explicava o impacto dessa atitude para o meio ambiente.

A boa notícia é que essa consciência está deixando de ser privilégio de destinos de ecoturismo e se espalhando por grandes cidades. De acordo com matéria publicada na semana passada pelo jornal O Estado de S.Paulo, tem crescido o número de empreendimentos que procuram aliar conforto com o respeito ao meio ambiente, adotando práticas como tratamento de esgoto, coleta seletiva de lixo, redução do consumo de água e uso de fontes de energia alternativas.

Se você quer saber mais sobre o assunto e conhecer algumas opções de hotéis "verdes" para suas próximas férias ou feriados, vale a pena ler a reportagem.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

As empresas mais sustentáveis do mundo


Quem procura ser sustentável em tudo, inclusive no trabalho, deve consultar o ranking das 100 empresas mais sustentáveis do mundo (Global 100 Most Sustainable Corporations in the World, em inglês). Produzida pela revista canadense Corporate Knights, especializada em negócios responsáveis, com o apoio de consultorias na área de sustentabilidade, a lista analisa práticas de governança, as ações ambientais e sociais das empresas e seu desempenho econômico.

As primerias colocadas são a General Electric (EUA), a Procter & Gamble (EUA), a TNT NV (Holanda), a H&M Hennes & Mauritz Ab (Suécia) e a Nokia (Finlândia). Três empresas brasileiras fazem parte do grupo das 100 mais sustentáveis do mundo: o Bradesco (no 94° lugar), a Petrobras (no 96º) e a Natura (no 99º). Apesar de parecer pouco, o Brasil é o único país da América Latina presente na lista.

De qualquer forma, como há várias multinacionais que mantêm filiais no Brasil, vale a pena consultar a lista na hora de procurar um emprego.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Empregos e estágio em sustentabilidade


Para os interessados em trabalhar com sustentabilidade: o Portal do Meio Ambiente está divulgando uma série de vagas de emprego e estágio nessa área. Há oportunidades para estudantes, graduados e pós-graduados em Administração, Engenharia, Ciências Biológicas, Ecologia, Ciências Naturais, Jurídicas e Sociais, para atuar em São Paulo, Minas Gerais e Brasília.

Para saber detalhes das vagas, os requisitos necessários e como se candidatar, clique aqui.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Revistas com cerificação FSC


A Editora Globo começa, a partir deste mês, a utilizar apenas papel certificado na produção de suas revistas, que passarão a contar com o selo do Forest Stewardship Council (FSC). Por meio desse selo, a organização atesta que todo o processo de produção do papel - desde a floresta até a fábrica - é sustentável.

As primeiras revistas a seguir as regras da certificação FSC serão Época, Época Negócios, Época São Paulo, Marie Claire, Casa e Jardim, Casa e Comida, Crescer, AutoEsporte, Galileu, Globo Rural e Monet. Até os anúncios terão que seguir essas regras para poder ser veiculados nas revistas.

Quem sabe, num futuro próximo, outras empresas de comunicação adotem a mesma prática?

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Sustentabilidade no supermercado


Para quem está sempre em busca de produtos mais sustentáveis, uma boa notícia: a rede de supermercados Walmart acaba de lançar o projeto Sustentabilidade de Ponta a Ponta. Trata-se de uma parceria com alguns de seus principais fornecedores - 3M, Cargill, Coca-Cola Brasil, Colgate-Palmolive, Johnson&Johnson, Nestlé, Pepsico, Procter&Gamble e Unilever – com o objetivo de desenvolver produtos, linhas e categorias que causem menos impacto ao meio ambiente durante seu ciclo de vida.

Após 18 meses de trabalho, o projeto conseguiu reduzir o gasto de energia, o consumo de água, a geração de resíduos ou adaptar as embalagens e matérias-primas de 10 produtos: o achocolatado Toddy Orgânico (Pepsico), a linha de águas Pureza Vital (Nestlé), o amaciante Comfort Concentrado (Unilever), o Band-Aid (Jonhson & Jonhson), o Pinho Sol (Colgate-Palmolive), a esponja de banho Ponjita Naturals Curauá (3M), a fralda Pampers Total Comfort (Procter & Gamble), o Matte Leão Orgânico (Coca-Cola), o óleo Liza (Cargill) e o sabão TopMax (marca própria do Walmart).

A meta da empresa é ampliar o número de produtos sustentáveis com a participação de novos parceiros. Para entender em detalhe como o programa é conduzido, consulte o material informativo disponível no hot site do projeto.