sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Concurso do Google para plantar araucárias


Até o dia 4 de novembro, próxima quinta-feira, estão abertas as inscrições para o concurso de desenhos Doodle4Google. A cada inscrição recebida, o Google vai plantar uma muda de araucária aqui no Brasil - até um total de 100 mil árvores. O projeto tem a parceria da ONG The Nature Conservancy (TNC) e do Instituto Agroflorestal Bernardo Hakvoort (IAF).

Podem participar estudantes de 6 a 15 anos de idade de todo o país. O vencedor, além de ter seu desenho aparecendo no lugar do logo do Google, na página inicial do buscador no Brasil, uma bolsa de estudos no valor de 30 mil reais, um computador e uma sala Google na escola em que estuda. O tema do desenho é O Brasil do Futuro. Para saber como participar e baixar , acesse a página do concurso.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Lava-jatos prejudicam meio ambiente


O desperdício de água é um impacto ambiental óbvio de um lava-jatos. Mas o problema não pára por aí. A água resultante da lavagem que vai para os ralos carrega diferentes resíduos, como graxa, óleo, combustível, detergentes e outros. Para entender melhor esse processo. Vale a pena ler a entrevista que o professor Roberto Naime deu à IHU On-Line. Ele explica os riscos da atividade dos lava-jatos, inclusive de contaminação, e alerta: o melhor jeito de deixar o carro limpo é mesmo apelar para o velho e bom baldinho com água e sabão.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Mestrado em Desenvolvimento Sustentável


A Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade (ESCAS) está com inscrições abertas para o curso em Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, que terá início em 2011. A instituição é resultado de uma parceria entre o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), a empresa de cosméticos Natura e o Instituto Arapyaú.

O curso será dado na cidade de Nazaré Paulista, em dois formatos: Curso Intensivo (Regular) ou Curso Modular. No intensivo, há atividades todos os dias da semana e, no primeiro ano, o regime é de dedicãção exclusiva, que exige que o estudante fique alojado no campus da instituição. No modular, o programa dura quatro semestres, com aulas em cinco semanas cada, e regime intensivo apenas no primeiro ano.

Mais informações estão disponíveis no site da ESCAS.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Pneus reciclados viram sandálias


Gosto quando o conceito de reciclagem é usado para gerar produtos criativos. No caso da Goóc Eco Sandal, os pneus viram sandálias de dedo e papetes bem bonitas e descoladas, masculinas, femininas e infantis. Além das sandálias, a Goóc também produz bolsas e mochilas feitas de resíduos têxteis.

A empresa foi criada pelo vietnamita Thái Quang Nghiã, que foi encontrado em um barco de pesca em alto mar por um navio da Petrobras e, assim, veio parar no Brasil. Até agora, a Goóc já reciclou mais de 2,5 milhões de pneus. Mas quer mais, muito mais. Por isso, lançou uma campanha, que se chama Projeto Goóc 2014 e tem Pelé como garoto-propaganda, para reciclar até 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, 40 milhões de pneus inservíveis. Se conseguir atingir essa meta, o Brasil se tornará um dos líderes mundiais em reciclagem de pneus. Para isso, a empresa está incentivando toda a cadeia empresarial e a população a utilizar produtos verdes.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Livros reciclados


Pelo titulo, pode-se imaginar que vou tratar aqui mais uma vez de doação de livros ou de reciclagem de papel. Mas achei interessante um outro uso para livros velhos, destinados ao descarte: uma bancada para recepção. Foi o que fez a Universidade Delft, nos EUA, na sua biblioteca. Achei muito legal o reaproveitamento dos livros, publicado pelo blog Inhabitat. E tem tudo a ver com o ambiente. Tem mais fotos da recepção "de livros" lá e outras ideias criativas.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Vamos ler para as crianças pequenas?


Quanto mais cedo o hábito da leitura for adquirido, mais duradouro ele será. Por isso, é louvável a iniciativa do Banco Itaú, que lançou neste mês a campanha Ler Faz Crescer, de incentivo à leitura para crianças de até seis anos de idade. O banco está oferecendo gratuitamente para os interessados que se cadastrarem no site do projeto um kit formado por quatro livros de histórias infantis e um folheto com dicas sobre como contar histórias para crianças. Vinte depois de efetuar o cadastro, o kit chega pelo correio ao endereço cadastrado. Para que a campanha atinja o maior número de pessoas, só é possível fazer um cadastro por CPF. Além disso, os participantes são estimulados a passar os livros para outras pessoas depois de usá-los. O objetivo do Itaú é distribuir mais de 8 milhões de livros.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Reciclagem de chapas de raios X

Quem nunca fez um exame de raio X e ficou sem saber o que fazer com as chapas depois que elas perderam a utilidade? Elas podem ser encaminhadas para reciclagem. Como as chapas têm substâncias tóxicas para o meio ambiente, elas não devem ser descartadas no lixo comum, para evitar contaminação.

O Hospital das Clínicas de São Paulo implantou há alguns meses um posto de coleta de chapas de raios x com esse objetivo. Em menos de 30 dias, foram coletados 340 quilos de filmes radiológicos encaminhados por pacientes, profissionais e a população. Todo o material arrecadado é doado ao Fundo Social de Solidariedade do Governo do Estado de São Paulo.

Se você tem chapas antigas e quer descartá-las de forma adequada, o posto de coleta do HC funciona no Prédio dos Ambulatórios, na avenida Enéas de Carvalho Aguiar, 155, em São Paulo (SP).

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Por um Brasil mais verde e limpo


O Greenpeace está com uma petição para enviar aos dois candidatos à Presidência sobre o que eles farão, se eleitos, para garantir um país mais verde e limpo - eu acrescentaria também mais "educado e justo". É uma boa ideia, já que, apesar de os dois se declararem "verdes" e estarem disputando os votos dos eleitores de Marina Silva, não está muito claro o que eles pretendem nessa área. Para participar, basta clicar aqui e assinar. E ficar de olho para que, quem quer que seja eleito, trate com seriedade dos graves problemas socioambientais que afligem o país. E cobrar!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

É hora de priorizar a escola pública


Já há algum tempo venho me sentindo incomodada com a "privatização" de alguns setores da nossa sociedade. Não, não falo de empresas estatais. Com raras exceções, sou a favor das privatizações de empresas. E por um motivo bastante simples: o governo tem obrigação de direcionar seus esforços e recursos para algumas áreas fundamentais. São elas: saúde, previdência, segurança e, principalmente, EDUCAÇÂO. Com letras maiúsculas, porque, sem educação, não se consegue garantir a perenidade dos avanços conquistados nas outras áreas.

No entanto, não se tem dado importância a isso no Brasil. Cada vez mais, o que se vê é que, ao alcançar um novo patamar de renda, as pessoas começam a optar por tudo o que é privado. Querem escola particular, plano de saúde particular, previdência particular, segurança particular. É um anseio legítimo, porque os serviços públicos, de modo geral, não primam pela qualidade. Mas, com isso, eles vão sendo abandonados e o governo deixa de ser cobrado por sua qualidade. Aliás, até incentiva o seu abandono, uma vez que dá desconto no imposto de renda por quem opta pelos serviços particulares. Estes, por sua vez, tampouco têm atendido com qualidade quem paga por eles. No fim, visam apenas ao lucro.

Por isso, gostei muito do artigo de Rubens Naves e Carolina Gazoni publicado hoje no jornal Folha De S. Paulo e disponível no site Todos pela Educação - É hora de priorizar a escola pública. Chama atenção para a questão da escola, mas a reflexão serve para as outras áreas que citei. Vale a pena a leitura.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Dia Nacional da Leitura


O próximo dia 12 de outubro, além de Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, é também o Dia Nacional da Leitura. A instituição dessa data comemorativa foi um iniciativa do Instituto Ecofuturo, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da leitura e estimular as crianças a ler.

Como a iniciativa é recente - foi aprovada em 2009 -, o Ecofuturo está realizando uma campanha nacional de sensibilização para o Dia Nacional da Leitura, com o mote Todo dia é dia de ler. Lê para mim!. O instituto pretende, com isso, conseguir ampliar sua rede de parceiros para aumentar as ações de leitura para crianças de todas as idades, até bebês. Para facilitar a tarefa dos pais e professores nas leituras, o site da campanha tem uma seção chamada Biblioteca Virtual Ecofuturo, com diversos conteúdos e roteiros de leitura.

Que tal então adotar uma atitude mais sustentável e, em vez de incentivar o consumo de brinquedos pouco educativos, dar um livro para os filhos, sobrinhos, afilhados, netos, etc. no Dia das Crianças?

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Gastronomia sustentável


O jornal O Estado de S. Paulo publicou hoje uma matéria bem interessante sobre gastronomia sustentável - que envolve consumir alimentos orgânicos, produzidos perto do local de consumo, que não estejam em risco de extinção e sejam aproveitados integralmente, incluindo talos e raízes. A boa notícia é que cada vez mais restaurantes têm adotado esses princípios. Vale a leitura.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Dia Mundial dos Animais


Hoje, dia 4 de outubro, é o Dia Mundial dos Animais. Não por acaso, trata-se da mesma data em que se celebra São Francisco de Assis, considero o protetor dos animais e da natureza. São Francisco considerava todas as criaturas sagradas e, por isso, o homem deveria viver em harmonia com a natureza.

Por coincidência, neste sábado eu estava vendo o filme Karate Kid 4 e, dentro de um mosteiro budista, quando a protagonista ia matar uma barata, o monge salva o inseto. O senhor Miyagi então disse: "aqui dentro, respeitamos todos os seres vivos".

Boa lição. Sejamos budistas ou cristãos, religiosos ou não, é fundamental seguir esse princípio. É assim que conseguiremos salvar a humanidade e o planeta da destruição, que não está mais tão longe assim. Que hoje seja um dia para refletir a respeito de mudarmos nossa atitude nesse sentido. E para cuidar dos animais, tão maltratados nas ruas das nossas cidades.