quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Leitura nas prisões


Os ministérios da Cultura, Educação, Justiça e Desenvolvimento Agrário e o Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), em parceria com a Unesco, lançaram na semana passada o projeto Uma janela para o mundo – Leitura nas prisões, na peninteciária federal de Porto Velho (RO). Outras três penitenciárias federais também serão beneficiadas: Mossoró (RN), Campo Grande (MS) e Catanduvas (PR). O Ministério da Cultura investiu R$ 160 mil no projeto com a doação de oito pontos de leitura, cada um deles com um acervo de 650 livros, entre obras de literatura brasileira, estrangeira, infantil e juvenil, e enciclopédias. Escritores ligados à Unesco vão realizar oficinas de leitura para presos e servidores em todas as unidades.

Achei a ideia muito boa. Nada melhor que a leitura para dar novos horizontes aos detentos. Sociedade sustentável também é isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário