quarta-feira, 13 de abril de 2011

Contra a intolerância e o preconceito


Semana passada, dois episódios lamentáveis chamaram a atenção para a questão da intolerância: primeiro, o deputado Bolsonaro soltando suas "pérolas" no CQC; depois, o público de Contagem agredindo o jogador Michael durante o jogo entre Sada/Cruzeiro e Vôlei Futuro.

Já era hora de manifestações como essa não terem lugar no país, mas lamentavelmente a ignorância e a falta de respeito ainda imperam. Isso mostra que estamos longe de ser uma sociedade sustentável, em que todos tenham os seus direitos respeitados. Para denunciar quem pratica discriminação homofóbica, veja os canais disponíveis aqui, no site da Frente Paulista contra a Homofobia.

A organização Avaaz também está coletando assinaturas para uma petição que será enviada ao Congresso Nacional para pressionar os parlamentares a aprovar a lei anti-homofobia. Para assinar, clique aqui.

Na minha opinião, essa gente preconceituosa deve ter muitos problemas com a própria sexualidade. Porque quem está em paz com suas escolhas e com sua vida não se preocupa com quem o vizinho transa ou deixa de transar.

2 comentários:

  1. Não concordo com você...
    esta certo que o preconceito é crime e devemos coibir,
    mas que não esta certo um homem com outro homem e uma mulher com outra mulhar, ha mas nao esta mesmo.
    pra mim o grande mal da HUMANIDADE esta na inverção de valores, o que era certo antigamente hoje é errado e vice versa...
    EU ME PERGUNTO ONDE VAMOS PARAR ASSIM????
    Todos pensando em deixar um mundo melhor para os filhos e quando é que pensaram em deixar filhos melhorews para o mundo???
    fica a deixa ai
    abraços

    ResponderExcluir
  2. cada um tem sua sexualidade, discriminar a homossexualidade é ser incompreensível com a diversidade, individualidade e o respeito à sexualidade dos outros cidadãos ao seu redor. portanto, homem com homem, mulher com mulher, homem com mulher, todos são relacionamentos afetivos e merecem o RESPEITO E NÃO discriminação. É preciso aprender a lidar com as diferenças, respeitando, tolerando. Discriminar homossexuais é crime, OK ?

    ResponderExcluir