sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Sustentável, pero no mucho


A Petrobras está novamente no ranking Global 100, da revista canadense Corporate Knigths, que lista as 100 empresas mais sustentáveis do mundo - é uma das três únicas brasileiras incluídas. Seria um feito a comemorar, se não fosse a notícia divulgada ainda no início deste mês de que a empresa suspendeu seus patrocínios às organizações de pesquisa com as quais atuava: o Instituto Baleia Jubarte, maior centro de conservação de baleias no Brasil, a Fundação Mamíferos Aquáticos, o Projeto Golfinho Rotador e o Projeto Tamar, organizações que há anos realizam um trabalho muito importante de preservação na costa brasileira.

Desde setembro de 2010, segundo o que foi publicado pelos maiores jornais do país, as organizações esperam a renovação de seus convênios com a Petrobras e, sem o repasse de verbas da companhia, estão tendo que demitir suas equipes e cancelar várias de suas atividades, que são essenciais para a preservação de diversas espécies do litoral brasileiro. A empresa alega estar analisando os resultados obtidos pelos projetos entre 2007 e 2010 para definir a continuidade das parcerias.

Como a preservação do meio ambiente não obedece aos procedimentos e prazos corporativos, não teria sido mais prudente iniciar essa avaliação de resultados, que é legítima, antes da data de vencimento dos convênios, evitando que os projetos e as espécies protegidas por eles fossem afetados? E também não é importante que a empresa procure estimular seus parceiros a buscar outras fontes de receitas se não tem interesse em continuar a parceira? A atitude da Petrobras nesse caso não me parece adequada para uma das empresas mais sustentáveis do mundo.

Um comentário:

  1. Pricilla Basilio : ( pricibas@hotmail.com)
    Eu fui no projeto Tamar em Ubatuba-SP é maravilhoso, por favor não pode acabar !!!
    Tive o prazer de ver o rosto de minha filha de 7 anos ao ver uma tartaruga com o mesmo tamanho dela, isso não tem preço ... foi incrivelmente lindo ... a Petrobras não pode deixar de apoiar estes projetos ... eles são a garantia do futuro destas especies de animais ... oque posso fazer para ajudar?

    ResponderExcluir