quinta-feira, 8 de julho de 2010

Absorventes ecológicos

Os absorventes higiênicos provocam grande impacto sobre o meio ambiente, da mesma forma que as fraldas descartáveis - como têm plástico, levam cerca de 100 anos para se decompor. Imagine o que isso representa, levando em conta que uma mulher, durante seu ciclo reprodutivo, usa de 10 a 15 mil absorventes. Por isso um número grande de mulheres tem buscado alternativas para eles.

Uma delas é voltar à época de nossas avós e adotar as toalhinhas higiênicas, como as produzidas pelo Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica. Claro que hoje elas são mais modernas e práticas. Produzidas com tecido de algodão, elas têm abas que as prendem na calcinha como um absorvente descartável. A vantagem é que são reutilizáveis - basta lavá-los com água e sabão, com os mesmos cuidados utilizados na lavagem das calcinhas, e elas podem durar de 6 a 10 anos.

Outra opção é o coletor menstrual, um copo de silicone que a própria mulher pode acoplar ao colo do útero, como o Mooncup. O fluxo passa direto para o coletor, que deve ser retirado a cada 4 ou 8 horas, dependendo da quantidade de menstruação. Depois de descartar o fluxo, basta lavá-lo e colocá-lo novamente. Segundo os fabricantes, se bem higienizado, o coletor dura cerca de 10 anos.

Acho as duas alternativas interessantes para as mulheres que fazem questão de menstruar. Eu prefiri adotar um método anticoncepcional que impede a menstruação - mais por questões práticas e de saúde do que por consciência ecológica, admito. Mas também é uma saída para reduzir a produção de lixo, desde que feito sob orientação médica.

2 comentários:

  1. Pensando em mundo sustentável para onde estamos caminhando, esse absorvente é a melhor opção. Mas, só de pensar o quanto temos que abrir mão de certas comodides do dia-dia para alcançar um mundo melhor, fico um tanto desiludida quanto à força de vontade dos outros.

    www.portalorganica.com.br

    ResponderExcluir
  2. É verdade, a questão do conforto influencia muito a tomada de decisões.

    ResponderExcluir