quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Combatendo o desperdício alimentando quem tem fome


Desperdício de comida é uma das coisas que mais me deixam indignada. Outro dia, numa famosa rede de padarias 24h de São Paulo, vi funcionários jogando salgadinhos no lixo só porque eles não saíram no formato certinho que os clientes preferem ou estavam um pouco mais tostados que o normal.

Num país onde tanta gente passa fome, considero essa atitude uma afronta! Mas , felizmente, há mais gente que também não se conforma com isso e conseguiu transformar o desperdício em ajuda para quem passa fome. São os integrantes da ONG Banco de Alimentos, com sede em São Paulo.

O lema da ONG é "Busca onde sobra, entrega onde falta". É isso mesmo o que a organização faz, desde 1999: arrecada alimentos que sobram de sacolões, hortifrutis, mercados municipais, fabricantes, distribuidores e até de agricultores, e os distribui a instituições beneficentes que atendem pessoas carentes. Ou seja, acaba com a fome com produtos que estão próprios para consumo, mas que iriam para o lixo. No Brasil, são jogados fora 39 milhões de quilos de alimentos por dia, o que daria para alimentar 19 milhões de pessoas.

Há diversas formas de colaborar com o Banco de Alimentos. Uma, comprando produtos da lojinha da ONG - as camisetas são bonitas e têm frases muito criativas e divertidas. Outra, atuando como voluntário ou doando 9 reais por mês durante um ano, para ajudar a alimentar uma pessoa com as três refeições básicas diárias nesse período. A terceira é doando alimentos próprios para consumo que seriam descartados - a ONG tem um processo que garante a doação com segurança, sem qualquer ônus para o doador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário