segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Paulistano não está satisfeito com a cidade


Hoje é aniversário da cidade de São Paulo, mas para a maior parte dos paulistanos não há muito o que comemorar. Uma pesquisa encomendado pelo Movimento Nossa São Paulo ao Ibope e divulgada na semana passada revela que 57% dos entrevistados deixariam a capital paulista se pudessem e 87% consideram São Paulo um lugar inseguro para viver. A nota dada pelos paulistanos para a qualidade de vida na cidade foi de 4,8, numa escala de 0 a 10. Entre as principais causas da insatisfação dos paulistanos estão o trânsito, a desorganização da cidade, a má qualidade dos serviços públicos e a falta de confiança nos políticos.

A pesquisa faz parte dos Indicadores de Referência de Bem-Estar do Município (Irbem), ferramenta de avaliação social desenvolvida pelo Nossa São Paulo para balizar as políticas públicas da cidade de São Paulo.

Algumas ações podem ser adotadas pelos habitantes da cidade para mudar esse quadro. A principal delas é não ser omisso e exercer de fato sua cidadania. Isso significa escolher seus representantes com seriedade, cobrar providências concretas para resolver os problemas e cuidar da cidade em seu cotidiano - tomando atitudes sempre com foco na coletividade, não jogando lixo nas ruas, não agindo com agressividade no trânsito, respeitando as outras pessoas, por exemplo. Parece pouco, mas é um importante começo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário