segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Brinquedos mais ecológicos


Quem disse que a sustentabilidade não pode entrar na brincadeira? A fabricante de brinquedos brasileira Estrela está apostando suas fichas nisso já algum tempo.

No segundo semestre de 2008, a empresa lançou uma versão ecológica de um dos seus mais tradiconais jogos de tabuleiro - o Banco Imobiliário Sustentável. Nesta vesão, as propriedades são reservas naturais do Brasil, as companhias de transporte deram lugar a empresas ecológicas e as cartas de Sorte ou Revés são temáticas. Ganha quem proteger as terras do desmatamento ou participar de uma ONG, e perde quem usar agrotóxico ou destruir a plantação. E todas as peças do jogo, inclusive a embalagem, são feitas com papel reciclado.

Agora, a empresa acaba de anunciar que deixará de usar plástico para envolver as caixas de seus jogos já em 2009, para não gerar mais resíduos no meio ambiente. As embalagens serão reforçadas, com o uso de papéis cartão duplex de maior gramatura e papelão microondulado, e receberão um acabamento com verniz especial, para que não estraguem durante o transporte e o manuseio. Para evitar violação, as caixas passarão a ser lacradas com selos autoadesivos.

Até 2011, a Estrela também pretende lançar brinquedos feitos de polietileno “verde”, obtido a partir da cana-de-açúcar, no lugar de outros plásticos. Para isso, a empresa fez uma parceria com a Braskem, que irá produzir a matéria-prima em larga escala nos próximos anos.

Assim, os brinquedos causarão menos impacto ao meio ambiente e ainda vão ajudar na educação ambiental das crianças.

Um comentário:

  1. Só vejo um porém: o papel quando recebe acabamento com verniz não deixa de ser reciclável? Não tenho certeza disso, mas acho que sim.

    ResponderExcluir