quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Dicas de sustentabilidade da minha avó 3 - economia de energia


Uma coisa que sempre foi regra na casa da minha avó foi economizar energia elétrica. Ninguém podia sair de um ambiente sem apagar a luz - caso contrário, lá vinha ela atrás de nós desligando os interruptores com aquela famosa frase: "não somos donos da Light!" (Light era o nome da concessionária de energia naquela época).

Apagar as luzes dos cômodos vazios é apenas uma das muitas formas de economizar energia elétrica dentro de casa. Também faz diferença trocar as lâmpadas incandescentes por fluorescentes, que, apesar de mais caras, compensam o investimento pelo menor consumo de energia e pela maior durabilidade. Seguindo o mesmo raciocínio, na hora de comprar eletrodomèsticos, não se deve esquecer de olhar os dados de eficiência energética dos aparelhos, para dar preferência aos mais econômicos.

Outra prática importante é tirar os aparelhos eletroeletrônicos da tomada quando não estiverem sendo usados. Além de economizar energia - sim, eles continuam usando a eletricidade da rede mesmo estando apagados -, assim você evita que os aparelhos sejam danificados em caso de “apagões” ou grandes oscilações na rede. Isso vale inclusive para o controle remoto, por isso a TV deve ser desligada diretamente no botão do aparelho.

Minha avó também esperava os alimentos esfriarem antes de colocá-los dentro da geladeira, evitando gasto adicional de energia para equilibrar a temperatura interna. E ainda descongelava o freezer de tempos em tempos para diminuir o acúmulo de gelo, outro "ladrão" de energia.

São atitudes simples, mas que fazem grande diferença para o bolso e para o meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário